Arquivo da tag: Movimento Negro

Níkolas pede que seja implantada uma política de empregabilidade para a juventude negra

Crédito Foto: Davi Spuldaro - CVI

Crédito Foto: Davi Spuldaro – CVI

Na semana passada o Vereador Níkolas Reis, do PT, presidiu a audiência pública que debateu a participação do negro no mercado de trabalho.

Estudos e gráficos demonstraram que as pessoas negras e não negras muitas vezes não tem a mesma oportunidade e o mesmo tratamento no mercado de trabalho.

Com base nesta informação o Vereador Níkolas juntamente com o Vereador Marcelo Werner, do PCdoB, protocolaram e aprovaram na sessão ordinária do dia 29 de maio, o requerimento que solicita ao poder público, juntamente com entidades de classes, para que promova em parceria, proposta para que haja em Itajaí uma “Política de Empregabilidade para a Juventude Negra”.

“Durante as explicações do Prof. Dr. João Carlos Nogueira ficou comprovado que, em regra, o negro é menor remunerado do que o não negro, e que as mulheres sofrem ainda mais”, disse Níkolas.

Níkolas lembrou a necessidade da urgência na busca de soluções que venham a proporcionar ao negro melhores condições no mercado de trabalho é de suma importância, especialmente para os jovens.

Anúncios

Níkolas preside Audiência Pública sobre Negro no Mercado de Trabalho

Crédito Foto: Davi Spuldaro - CVI

Crédito Foto: Davi Spuldaro – CVI

O Vereador Níkolas Reis (PT) presidiu na noite de quarta-feira (23) audiência pública proposta pelo seu Gabinete para discutir a participação do negro no mercado de trabalho.

O Vereador Marcelo Werner (PCdoB), o Secretário Marcio Antônio Silveira (PMDB) e representantes de movimentos organizados da sociedade, também integraram a mesa que se dirigiu a um público disposto a debater o tema.

O evento iniciou com a palestra do Prof. Dr. João Carlos Nogueira, especialista no assunto, que se valeu de dados estatísticos, especialmente do IBGE, para comprovar que, em regra, o Negro é menor remunerado do que o não negro, e que as mulheres sofrem ainda mais.

Na sequência, a palavra foi aberta aos representantes da mesa e aos participantes, que se manifestaram de várias formas, diagnosticando as razões da discriminação, bem como propondo medidas para promover a igualdade.

“A participação dos negros no mercado de trabalho brasileiro aumentou desde a segunda metade da década de 90. No entanto, as condições de trabalho e de renda ainda continuam muito aquém das registradas pela população não negra, e em Itajaí a realidade é semelhante, o que motivou a realização deste debate que tem que chegar na sociedade”, afirmou o Vereador.

Níkolas e Marcelo pretendem encaminhar a ata da audiência para as entidades patronais do Município, no sentido da criação de uma política de empregabilidade para a juventude negra.